Tecnologia e energia de mãos dadas

2 11 2009

Entre 7 e 10 de Outubro teve lugar a auto-intitulada maior mostra de tecnologias de informação em Portugal, num dos pavilhões da FIL. E nós estivemos lá. Apesar de alguns lamentos quanto à quantidade e ao perfil do visitante, a verdade é que muitas empresas da área continuaram a marcar presença neste evento como forma de potenciar negócios e mostrar-se ao mundo. Logo à entrada encontrámos a ADENE, Agência para a Energia, uma entidade que apostou em repetir o sucesso do ano anterior, apresentando na feira um espaço autónomo, onde apostou no programa de incentivo de à utilização de energias renováveis e nos programas de certificação energética. Para esse efeito, tinha disponível um simulador que permitia a cada pessoa ter uma noção de qual o tipo de classificação que a sua habitação pode obter, e que se revelou um ponto de interesse para muitos dos curiosos que visitavam o espaço.

Eficiência energética a dobrar
Com espaços mais discretos estiveram entidades como a ISA (Intelligent Sensing Anywhere), ou a AREAL (Agência Regional de Energia e Ambiente do Algarve). Enquanto os primeiros tinham alguns dos seus produtos em exposição, como as soluções destinadas a melhorar a eficiência energética graças à disponibilização ao segundo dos consumos efectuados (electricidade, gás…), os segundos aproveitaram para se apresentar enquanto associação sem fins lucrativos dedicada à promoção da eficiência energética  e da utilização das energias renováveis, em prol do desenvolvimento sustentável da região do Algarve.

Ali ao lado…
Enquanto isso, no pavilhão ao lado decorria a Intercasa Concept, feira onde os móveis e a decoração eram reis, mas onde também esteve presente a MKTI, uma empresa com doze anos de experiência, e que se dedica à automação doméstica em áreas como a iluminação, som, domótica, telecomunicações, vigilância, alarmes ou aspiração central.
Entre as novidades apresentadas, saltaram à vista as soluções de termografia, que permitem identificar pessoas em estado febril graças ao sistema de detecção da temperatura, que funcionam à distância. Outro motivo de destaque passou pelas aplicações de domótica, como a PLCBUS, uma solução que permite não só controlar mas também saber o estado dos equipamentos à distância, ou o software mControl, que possibilita uma gestão feita por computador, televisão ou telemóvel, com suporte em português e compatível com vários protocolos.

Advertisements

Acções

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: